Páginas

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Notícias: a boa, a má e a feia

.
..
...

A boa notícia é que, pressionadas pela forte queda na taxa de juros praticada pelos bancos oficiais, as instituições particulares vão ter que se ajustar se quiserem competir. A Caixa, por exemplo, anunciou reduções de 67% ao ano nos juros do cheque especial e de 40% ao ano para cartões de crédito. O Banco Central já estuda a criação de um ranking para divulgar o spread bancário, que é basicamente a diferença dos juros pagos pelo dinheiro investido e os juros cobrados pelo dinheiro emprestado. (fonte: Jornal do Commercio)

A má notícia é que a tag #afavordavida, num arroubo de equívoco conceitual, chegou a frequentar os TTs do twitter na manhã de hoje. Enquanto isso, a CNBB, mais uma vez na contramão da história, convoca vigília de “oração pela vida” no STF na próxima quarta, quando será julgada a ADPF 54/2004 sobre o aborto de fetos anencéfalos. (fonte: Jornal do Brasil)

A notícia feia (e sem prejuízo da justa reivindicação dos policiais militares do DF, cujo argumento de ser a PM mais bem paga do Brasil não justifica não ter melhoria salarial - como de resto todas as outras deveriam ter), é esta:


Escondidos no anonimato da internet, alguns policiais militares usam as redes sociais para tripudiar sobre a insegurança sentida pela população brasiliense. O Correio teve acesso a uma comunidade restrita da Polícia Militar do DF e se deparou com mensagens que comemoram os altos índices de violência. Há, inclusive, um manual para como se portar durante a Operação Tartaruga, deflagrada por alguns grupos de servidores em 15 de fevereiro.

Entre as dicas, um usuário recomenda até que o rádio dos carros da PM seja pouco utilizado para comunicação, evitando, assim, que os superiores saibam sobre o andamento do movimento. Os manifestantes reivindicam aumentar o salário de oficiais e de praças. A PMDF é a mais bem paga do país.

Outros usuários têm comemorado a sensação de insegurança sentida na capital federal. “Tirando a família papa myke (PM), eu quero é que o paisano (civil) se exploda!”, postou um deles. Outra mensagem debocha do homicídio ocorrido na noite de sexta-feira, na 413 Norte. “Venho através dessa comunidade agradecer pela ação do bandido, que trouxe à tona nosso movimento.”

O Correio apurou que, em resposta à Operação Tartaruga, a PM ordenou medidas para dar mais sensação de segurança à população. Pelo menos quatro batalhões determinaram que os deslocamentos de veículos ocorram com as luzes da sirene acesas. “A ordem serve só para melhorar a imagem, mas nada adianta. Continuamos parados, sem abordar ninguém”, disse um soldado.

Pelo menos 22 praças, lotados em Ceilândia, em Samambaia, no Recanto das Emas e no Gama, serão transferidos de unidade na próxima segunda-feira. A medida seria uma represália ao movimento.

Operação

Durante a operação-padrão, os militares evitam se dirigir a situações corriqueiras, não trafegam acima da velocidade das ruas e diminuem o policiamento ostensivo. Eles buscam melhorar o plano de carreira e equiparar o salário — que não é reajustado há quatro anos — ao de agentes da Polícia Civil e do Detran. Apesar de as forças armadas não poderem entrar em greve, de acordo com o Código Penal, este tipo de movimento é constitucional.

(Fonte: CorreioWeb)

...
..
.

Nenhum comentário: