Páginas

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Melhores alunos leem por prazer

.
..
...

Estudo mostra que leitura sem obrigação é pré-condição para se tornar leitor efetivo. Desafio maior é despertar o interesse.

(da Gazeta do Povo)



A quantidade de tempo dedicado à leitura como lazer na infância e adolescência tende a formar leitores e implica em reflexos na vida adulta. Um estudo da Organização para a Coope­­ração e o Desenvolvimento Eco­­nômico (OCDE) aponta que os melhores leitores leem mais por estarem motivados a isso e, consequentemente, desenvolvem mais o vocabulário e a capacidade de compreensão. Na pesquisa, o Brasil aparece junto às nações com os menores índices de leitura entre alunos na faixa dos 15 anos.


...
..
.

Um comentário:

Halem Souza disse...

Lendo a matéria, duas coisas me chamaram a atenção:

1) há realmente um grave problema no trabalho com a leitura na faixa etária entre os 11 e 13 anos de idade. Falo por experiência própria.

2) A declaração da professora Eliege Pepler me dividiu. Concordo que a leitura não é um dom e que "demanda concentração, isolamento, participação ativa e reflexiva. Mas também não acho que seja exatamente igual a um exercício físico.

Um abraço.