Páginas

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Hoje

.
..
...
Hoje, com você, eu posso tudo:
Pintar o vento, provar a lua,
Posso cantar... ou ficar mudo
E assim te ouvir: ‘sou tua...’

Hoje, com você, eu sou capaz
De me existir sem condição –
Calar meu medo, dormir sua paz,
Falar silêncio, sorrir canção.

Hoje, com você, eu posso ser...
Ou ser menino ou ser gigante,
Ser a memória, ou o esquecer
Ser este eterno... Ou ser instante.

Hoje, com você, sou tudo isto
Sou o que duvida (e sou o que crê)
Sou quem eu posso, meu próprio cristo
Pois que bem sei, se com você
Eu não desisto
Sem este amor
Sequer existo...
...
..
.

3 comentários:

Mariê disse...

Com você EU posso tudo. Te amo, Preto.

Mariê disse...

A propósito, adorei a nossa foto ilustrando o poema. Você tá lindo e eu também. :)

Marcello disse...

Não é que estamos lindos, mesmo, na foto? Essa tal felicidade que faz isso com a gente... Te amo, Preta.