Páginas

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Epitáfio, ou Uma Piada


Gustave Doré, em 'The Raven' (E. Allan Poe)

...

"Condamnés à la mort, condamnés à la vie, voilà deux certitudes"

.
..
...
Arco infininto de um violino dissonante... até o instante em que a corda se partiu
Foi essa vida uma piada tão sutil
Que só de uns poucos arrancou algum sorriso
Mas se viver foi necessário e impreciso,
Viveu-se, entre a graça e a desgraça -
Nesse intervalo onde a rotina se disfarça
De sossego... ou de resignação
(e eu só queria era me ser sem condição...)
...
..
.
imagem

2 comentários:

Mariê disse...

Adoro esse poema, apesar da tristeza que ele carrega...
Beijo

Marcello disse...

Bgd, preta. E a tristeza já carregaram pra bem longe...